Skip to content

Dica de Leitura: Amy, My Daughter

28/08/2012

“Love transcends even death”

Muitos disseram que era muito cedo, outros que era apenas uma forma de ganhar dinheiro, mas a verdade é que não tem hora certa para escrever um livro como esse. E segundo Mitch, essa foi a melhor forma para superar a perda da sua filha – e ao mesmo tempo presentear os fãs com 301 páginas de pura emoção, alegria e tristeza.

Todos que acompanham o blog sabem que sou extremamente fã da Amy, não só pela sua música, mas por tudo o que ela viveu em apenas 27 anos – o que muita gente não vive em uma vida inteira. E esse livro só me fez comprovar tudo o que eu já sabia. Amy era louca pela vida, e digo louca no sentido mais literal da palavra. Sua vida era uma montanha-russa, cheia de altos e baixos, tudo vivido e sentido aos extremos. Amou demais, sofreu demais, bebeu demais…

E confesso, fiquei espantada com a força de vontade e a eterna perseverança que um pai pode ter com a sua filha. Desistir? Essa palavra nem existia no seu dicionário. Ele lutava dia após dias, e sacrificava a sua vida profissional e pessoal em busca de uma fórmula secreta que até então era desconhecida para ele. O fato é, só muda quem quer, e essa foi a lição que Mitch aprendeu ao longo desses anos. Amy era uma menina de vícios, e infelizmente morreu por causa deles.

O livro mostra o verdadeiro lado da história de amor Amy&Blake, e como isso afetou a sua vida desde o início do relacionamento até o último dia de sua vida. Mostra que a mídia é uma verdadeira manipuladora da verdade, e o quão difícil é superar os vícios.

Resumidamente, Mitch nos conta de uma maneira privilegiada a jornada que ambos enfrentaram. De leitura simples e absolutamente nada entediante, é daqueles livros que você lê em uma noite só. Para os fãs, nem preciso comentar – preparem os lencinhos!

“I love to live… And I live to love” – Amy Winehouse, aged 12.

Anúncios
10 Comentários leave one →
  1. 28/08/2012 2:31 AM

    Bela dica!!!! Gostei!!! Adoro ler!!!

  2. 28/08/2012 2:32 AM

    Adorei a dica!!! Adoro ler!!! :)

  3. 28/08/2012 2:41 PM

    Um pouco precipitada né??
    bjs
    http://www.alfinetesdemorango.com/

  4. 28/08/2012 4:07 PM

    Leitura imperdível!

  5. 28/08/2012 8:58 PM

    Já quero esse livro!
    Tinha visto falando dele na tv e desde então morro de vontade de ter.
    Beijo

  6. 28/08/2012 9:01 PM

    Eu acho que é difícil manter a cabeça no lugar quando de uma hora pra outra vc ganha: dinheiro (muuuuito dinheiro) e fama! É uma coisa meio louca, eu sei que o vício não veio por causa disso, mas aguentar uma vida de estrela não deve ser pra qualquer um.. muito poder que o dinheiro te dá e pouca liberdade por conta da fama que tem sempre alguém espionando.. sei lá.. ela devia descontar tudo nas drogas!
    Pior é a situação do pai: feliz por ver a filha fazendo sucesso e triste por ver a decadência das drogas! Triste demais o fim dela. Eu não era fã número um, mas gostava dela e das músicas.

    • 28/08/2012 10:54 PM

      simm com certeza! até pq esse é o caminho que a maioria vai depois da fama, né? tanta pressão deve ser descontada em alguma coisa… e geralmente nas piores! bjss

  7. 28/08/2012 10:54 PM

    A Amy virou um ícone né, uma pena a morte dela =/

    Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: