Skip to content

Entrevista: Marília Scalzo

24/04/2013

marilia

Confesso a vocês que tenho certo fascínio por revistas. O fato de elas serem portáteis, fáceis de usar e com uma quantidade imensa de informações – por um custo pequeno – transforma a revista em um dos meios mais democráticos de comunicação. Elas entram em nossa casa, ampliam o nosso conhecimento, nos ajudam a refletir sobre nós mesmos e nos dão referencias para formarmos a nossa opinião. Tem coisa mais fascinante que isso?

Quando entrei na faculdade, fui correndo procurar na biblioteca qualquer livro sobre o assunto (até porque não é fácil de encontrar por aqui). Foi aí que me deparei com o livro “Jornalismo de Revista”, escrito pela jornalista Marília Scalzo. É fininho, gostoso de ler, e me apaixonei instantaneamente nas primeiras páginas.

Quando um livro tem esse efeito sobre mim, corro atrás da pessoa que está por trás dele. Encontrei no google algumas informações sobre a Marília, e descobri que ela comandou por anos o curso Abril de Jornalismo (CAJ), que é meu sonho fazer. Não resisti e pedi uma entrevista exclusiva aqui para o blog. Ela foi super atenciosa e me respondeu prontamente. Curiosas?

''

Tempo que atua no Jornalismo: Desde 1982 (31 anos de carreira)
Principal veículo que já atuou: Folha, Veja SP, Playboy, Capricho, A&D, Casa Claudia, Bravo

Como foi a trajetória da sua carreira até chegar à posição em que está hoje em dia?
Depois de fazer um ou outro frila quando estava na faculdade, comecei a trabalhar na Folha recém-formada e trabalhei ali até o final de 1988. Em seguida, trabalhei na Editora Abril por 17 anos, passando por várias publicações e dirigindo durante 12 anos o Curso Abril de Jornalismo. Desde 2005, atuo como freelancer e como consultora editorial. Nesse período, editei e produzi livros, revistas, reportagens e desenvolvi projetos na área de jornalismo em jornais, revistas e editoras. Hoje, além da minha atividade como freelancer, faço consultoria para o Instituto Moreira Salles nas áreas de Comunicação e Marketing.

Quais são os conhecimentos específicos que os profissionais de Jornalismo devem buscar para cobrir com eficiência essa área?
Acho que jornalista deve se formar lendo muito e tentando conhecer bem o mundo que o cerca e que ele vai cobrir. É importante informar-se e depois saber contar a seus leitores sobre a informação que apurou.

Quais cursos você recomenda para quem está ingressando ou pretende ingressar na área de Moda?
Sobre Jornalismo de Moda, os livros das mais importantes jornalistas brasileiras nesta área (Costanza Pascolatto e Gloria Kalil) são importantes, além de livros sobre história da moda e da imprensa dessa área no Brasil. Não estou atualizada com relação a cursos, mas o Senac sempre tem propostas bacanas nessa área.

Como você vê o mercado editorial no Brasil? Faltam profissionais, ou há excesso de mão de obra?
Hoje, há excesso de mão de obra no Brasil em Jornalismo, ainda mais se a gente for pensar em oferta de empregos pelos grandes meios de imprensa (que estão diminuindo). Por outro lado, há uma porção de novos meios que podem surgir como alternativas. A internet hoje pode ser caminho para muita coisa nova que passa fora da grande imprensa e vai ganhar cada vez mais importância nos próximos anos.

Qual o conselho que você deixa ao jornalista que está iniciando a carreira?
Para quem quer trabalhar com jornalismo ou está começando a carreira sugiro estudar, ler muito, informar-se e buscar brechas para entrar no mercado, seja em que cidade for.

Anúncios
13 Comentários leave one →
  1. 24/04/2013 2:46 AM

    Muito boa a entrevista! Sempre tenho curiosidade sobre essa área!
    :D

  2. 24/04/2013 1:38 PM

    Excelente sua entrevista Dani. Gosto de ver uma abordagem mais informativa e menos pessoal nos blogs (acho que muito dessa fórmula blogger esta caindo em desuso) .
    Não conhecia o trabalho da Marília. Com certeza é uma grande profissional, com muito conhecimento para compartilhar. Que ler o livro

    Bjs
    Pri

  3. 24/04/2013 3:31 PM

    Também sou apaixonada por revistas e, depois dessa entrevista, fiquei morrendo de vontade de ler esse livro!

  4. 25/04/2013 2:00 AM

    Meio que nutro o mesmo fascínio por revistas!
    Acho super funcionais, práticas…

    Amei a entrevista, boas perguntas e boas respostas :)

    Beijo!
    http://www.oh-myfashionblog.blogspot.com

  5. 25/04/2013 3:00 AM

    Que entrevista maravilhosa Dani!
    Fiquei com muita vontade de ler esse livro.
    Beijo

  6. Tabitha S. Joyce permalink
    05/05/2013 3:44 PM

    O primeiro sindicato de jornalistas no Brasil foi fundado em 1934 , na cidade de Juiz de Fora . Quatro anos depois , houve a primeira regulamentação da profissão. Conforme disposto na Lei de Imprensa de 9 de fevereiro de 1967, o diploma de curso superior de Jornalismo foi obrigatório para o exercício da profissão, por força de lei, até a exigência ser extinta por determinação do Supremo Tribunal Federal em 2009 . Atualmente, há cerca de 120 cursos de graduação na área, formando quase 5.000 jornalistas a cada ano em todo o país. Diversas empresas de comunicação, para cortar custos, têm substituído jornalistas experientes por recém-formados ou estagiários, que recebem pagamento menor para executar o mesmo trabalho. Muitos sindicatos brasileiros reclamam que o excesso de mão-de-obra disponível provoca a desvalorização dos salários da categoria.

  7. Virgínia permalink
    09/05/2013 7:21 PM

    Oi Dani tudo bem?
    Estou fazendo uma monografia sobre revistas adolescentes e no final desse livro (concordo com você – ele é muito bom), tem uma parte falando sobre a Capricho, na época em que a Marília chegou a comandar a revista… Eu queria fazer uma entrevista com ela sobre essa época e sobre alguns conceitos e relatos do livro. Você teria como me passar os contatos dela?

    Ps. Adorei o blog.

    Beijinhos.

  8. Thamires permalink
    11/08/2014 7:34 PM

    Oi Dani, tudo bom?
    Gostei muito desse post, e assim como a Virgínia estou escrevendo meu TCC sobre revistas. Gostaria dos contatos da Marilia. Sei que o post é antigo mas se puder me passar, ajudaria muito. Obrigada.

    Beijos

Trackbacks

  1. Livro: Jornalismo de revista – Marina Scalzo | Capitulo Incompleto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: