Skip to content

Desfiles de moda – Sua origem e história

06/06/2013

Clock51

Essa semana foi ao ar minha primeira matéria para a revista online Clock 51. Fiquei muito feliz com o resultado e quero compartilhar com vocês um trecho do meu texto! Ah, e quero comentários, viu? A opinião de vocês é super importante! Segue abaixo:

“Exibicionismo, glamour e alta produção. Roupas originais e conceituais, que diferem muito das usadas nas ruas. Mulheres altas, magras e na maioria das vezes sem expressões faciais. Afinal, para que servem os desfiles de moda e da onde surgiram?

O universo dos desfiles pode ser considerado uma narrativa das marcas, uma espécie de vitrine para quem trabalha neste meio. E mais do que isso, demostra a maneira como uma coleção foi desenvolvida.

Criados no final do século 19 com o intuito de vender novos modelos (criados por casas de tecidos) à burguesia europeia, eles acabaram se tornando um grande negócio. Charles Worth, estilista da época, é considerado o pai da Alta Costura e teve grande influência no seu desenvolvimento. Segundo o livro “Cronologia da Moda”, Worth se tornou o primeiro costureiro a produzir coleções sazonais que seriam mostradas às clientes, ao invés de trabalhar para atender seus pedidos. Assim, ele utilizava tecidos específicos e cartelas de cores diferentes para cada estação. E Charles foi o primeiro a apresentar as peças usando as modelos de carne e osso, não pelo manequim, como de costume.

Clock51 - 001

Ao longo dos mais de cem anos desde o primeiro desfile até hoje, muitas características foram aprimoradas para atingirem o maior objetivo do evento: vender. Eles precisam incitar um desejo de consumo, mesmo que inconsciente do consumidor. Os desfiles precisam alcançar o imaginário do cliente por meio de um universo de fantasia – por isso eles são considerados verdadeiros espetáculos a quem assiste. Causando atração ou repulsa, o que importa é estarem presentes na memória das pessoas. São como versões mais “exorbitantes” das peças, para que depois surjam nas vitrines de forma mais contida, e com conceitos diferenciados. Cabe à mídia traduzir essa visão – daí a importação do jornalismo voltado à moda.”

Para conferir o resto, é só clicar aqui!

Anúncios
One Comment leave one →
  1. 06/06/2013 4:02 PM

    adoramos!
    acessórios desejo aqui:

    http://WWW.PRESENCEACESSORIOS.COM.BR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: